2º dia de reunião ordinária do CNCG tem debates sobre captação de recursos e lei orgânica

A reunião ordinária do Conselho Nacional de Comandantes-Gerais das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares (CNCG), que aconteceu em Brasília, teve em seu segundo dia de programação, nesta quinta-feira (16), debates sobre captação de recursos federais para as Forças Militares de Segurança Pública, e a Lei Orgânica das Polícias Militares e dos Corpos de Bombeiros Militares, que é o Projeto de Lei 4.363/01.



Pela manhã, quem tratou da temática da captação de recursos foi o Tenente-Coronel Lázaro Tavares de Melo da Silva (foto acima), da Polícia Militar de Minas Gerais, que trouxe experiências, ferramentas e metodologia sobre o assunto. Em seguida, os comandantes-gerais ouviram as sugestões da Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (FENEME) sobre a Lei Orgânica, que foram apresentadas pelo Coronel RR PMESP Elias Miler da Silva, diretor legislativo da entidade. O deputado federal Capitão Augusto, participou de forma remota da reunião do Conselho, tratando acerca do encaminhamento do PL 4.363/01 (fotos abaixo).




A representatividade das Forças de Segurança em cargos eletivos também foi debatida na ocasião. O deputado federal Capitão Alberto Neto (foto abaixo) falou sobre as modificações do projeto lei que propõe um novo Código Eleitoral em que é exigido que magistrados, membros do Ministério Público e integrantes das Forças de Segurança e Forças Armadas cumpram período de ‘quarentena’ para que possam concorrer em eleições.