Articulação com MJ pleiteia maior representatividade dos Corpos de Bombeiros em cenários estratégico

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais – CBMMG está cada vez mais engajado no cenário das pautas nacionais ligadas à Segurança Pública. Nesta quarta-feira (26), o coronel Edgard Estevo da Silva, comandante-geral do CBMMG e presidente do Conselho Nacional dos Corpos de Bombeiros Militares do Brasil – Ligabom, esteve novamente em Brasília para tratar de assuntos de interesse das corporações militares.


A reunião foi com o secretário nacional de Segurança Pública, coronel Paim, representantes da Secretaria de Operações Integradas – Seopi, integrantes da Força Nacional e da Ligabom, que foi representada pelo coronel Estevo e o vice-presidente, coronel Alessandro Borges, comandante do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Mato Grosso.


Uma das pautas discutidas neste encontro foi a criação do eixo de financiamento específico para bombeiros militares junto ao Fundo Nacional de Segurança Pública. Para cumprir tal propósito, foi criado um grupo de trabalho, que após elaborar proposta de regulamentação apresentou a definição de duas bases fundamentais, a saber:


Eixo 1 – Fortalecimento da Segurança Pública e Defesa Social;


Eixo 2 – Valorização dos profissionais de Segurança Pública.


Proposta extremamente necessária considerando que os Corpos de Bombeiros Militares do Brasil não possuem Eixo Específico contemplado pelo Fundo Nacional de Segurança Pública - FNSP. Mediante as dificuldades financeiras enfrentadas pelos estados no cenário pandêmico e a redução dos repasses provenientes de fontes ordinárias, a inclusão de mecanismos que possibilitem a participação dos Corpos de Bombeiros Militares na partilha de recursos oriundos do FNSP é de fundamental importância.


Outro ponto de extrema relevância tratado na reunião foi a entrega do Plano de Mobilização e Resposta ao Período de Estiagem, desenvolvido pela Ligabom com apoio de todos os CBM’s do Brasil.


O coronel Estevo aproveitou a oportunidade para solicitar a atenção do ministro, coronel Paim, para um anseio das corporações quanto à primordialidade por maior representatividade das instituições Bombeiro Militar na estrutura do Ministério da Justiça e Segurança Pública – MJSP em assentos com poder decisório e participação efetiva.


O comandante do CBMMG e presidente da Ligabom agradeceu também pela mudança realizada pelo Ministério da Justiça que deliberou a alteração imediata do eixo de Enfrentamento a Criminalidade Violenta para Fortalecimento da Segurança Pública e Defesa Social, conforme indicado pelo Grupo de trabalho, mudança iniciada a partir da movimentação da LIGABOM por meio do ofício 089.




Fonte: Comunicação Social CBM MG.