BM-RS Centésima cirurgia robótica do Hospital da Brigada Militar de Porto Alegre

Na quarta-feira (8/6), o Hospital da Brigada Militar de Porto Alegre (HBMPA) comemorou a marca de 100 cirurgias robóticas realizadas.



O robô Da Vinci X, um dos mais modernos do Estado, colocou o HBM em outro patamar. A partir da sua aquisição, foi possível oferecer o que existe de mais moderno em termos de cirurgia minimamente invasiva aos pacientes do Hospital. Já foram realizadas cirurgias na área de Urologia (principalmente a cirurgia de câncer de próstata), Cirurgia Geral, Bariátrica e Ginecológica. Segundo o oficial do quadro de saúde, major Renan Desimon Cabral, chefe do Programa de Cirurgia Robótica do HBMPA, “os resultados têm sido excelentes, com pacientes apresentando recuperação rápida e com menos sequelas”.

Na prostatectomia radical (cirurgia para o tratamento de câncer de próstata), por exemplo, a maioria dos pacientes têm recebido alta com menos de 24 horas de internação. Esses resultados são equivalentes aos alcançados pelos melhores hospitais do Brasil e do mundo.

“A cirurgia robótica é, sem dúvida, um dos maiores avanços no campo da cirurgia nas últimas décadas. Com todo o apoio do Comando da Brigada Militar e do Departamento de Saúde da BM, podemos oferecer o que existe de melhor e mais moderno para nossa tropa e para os integrantes da Segurança Pública do Estado do RS. Os resultados iniciais são excelentes e o grau de satisfação dos pacientes, o mais alto possível. Nossa expectativa é de realizar cerca de 250 cirurgias nos próximos 12 meses e com isso, ajudar o maior número possível de pacientes”, frisou o major Renan. Além disso, a cirurgia robótica trouxe um incremento no número de atendimentos, internações e procedimentos de forma geral no HBMPA, fruto da percepção dos pacientes com relação aos investimentos e modernização da estrutura geral.

A cirurgia robótica é realizada desde o dia 9 de novembro de 2021, quando um sargento da ativa foi submetido a uma nefrectomia parcial (retirada de tumor de rim).


Fonte: Comunicação Social - BM-RS