Bombeiros de Uberlândia investem em drones para combater os incêndios em vegetação na região

No ano em que o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) lança a campanha Alerta Verde, os focos de incêndio em lotes vagos dobraram em relação ao ano passado devido à falta de chuva. Em 2020, foram registrados 972 focos nos primeiros quatro meses, sendo que no primeiro quadrimestre de 2021 já foram atendidos 1.956 chamados de incêndio em lotes desocupados em todo o estado.


No 5º Batalhão de Bombeiros Militar (5º BBM), sediado na cidade de Uberlândia, a situação não é muito diferente. A incidência dos focos de incêndio em lotes vagos também teve um aumento considerável tanto na região da 2ª Companhia, que compreende os municípios de Araguari, Cascalho Rico, Estrela do Sul, Grupiara, Indianópolis e Tupaciguara, quanto na região de atuação do Pelotão de Ituiutaba, que atende as cidades de Araporã, Cachoeira Dourada, Canápolis, Capinópolis, Centralina, Gurinhatã, Ipiaçu, Ituiutaba, Monte Alegre de Minas, Prata e Santa Vitória.


Em todas as cidades de atuação do 5º BBM foi registrado um aumento de mais de 122% no atendimento de ocorrências desse tipo em relação ao ano anterior. Diante desse quadro, o comando da unidade adotou medidas mais efetivas para trabalhar a redução dos números e a conscientização da população, bem como o estreitamento com a prefeitura para aumentar também a fiscalização nesses pontos.


Uma força-tarefa criada pelo batalhão resultou num esforço de 478 lotes vagos vistoriados somente nos primeiros meses deste ano, na cidade de Uberlândia. Os militares identificaram irregularidades em quase 70% dos lotes inspecionados, foram repassadas para a prefeitura para que sejam adotadas as medidas cabíveis.


Outra ação importante foram as reuniões com o Ministério Público e Prefeitura para tratar sobre o assunto e pensar estratégias com vistas à reduzir a quantidade de incêndios em lotes vagos e incutir um senso de responsabilidade na população em relação aos terrenos desocupados.








Fonte: Comunicação Social CBM MG.