CBMMT lança a fase de resposta à Temporada de Incêndios Florestais 2021

Davi Vittorazzi | Coordenadoria de Comunicação Social do CBMMT


Em solenidade nesta quinta-feira (1º/07) na praça das Bandeiras, em Cuiabá, o Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT) realizou o lançamento da fase de resposta à Temporada de Incêndios Florestais (TIF-2021). O evento contou com a presença do Exmo. Sr. Governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, do Comandante-Geral do CBMMT, Coronel BM Alessandro Borges, do secretário nacional de Segurança Pública, Carlos Paim e dos secretários de Estado de Segurança Pública (Sesp), Alexandre Bustamante, e de Meio Ambiente (Sema), Mauren Lazzaretti, além de outras autoridades.


No Estado de Mato Grosso, o período proibitivo de queimadas começa neste 1º de julho e se estende até 30 de outubro.


O Exmo. Sr. Governador Mauro Mendes, ressaltou que o Estado “disponibilizou 73 milhões para o combate ao fogo e ao desmatamento” fortalecendo assim a estrutura necessária para proteção da natureza. Na referida solenidade, o também realizou a entrega de equipamentos e de veículos que serão utilizados nesse período de combate. O CBMMT foi contemplado 40 automóveis para a fase de resposta aos incêndios, que estarão auxiliando nas brigadas em áreas rurais.



De acordo o Comandante-Geral, o Corpo de Bombeiros Militar estará presente em todo Estado para a prevenção e combate das queimadas. “Estaremos nos 141 municípios fazendo um trabalho preventivo, de fiscalização e de combate [aos incêndios]. O objetivo maior é evitar que aconteça o incêndio, mas se acontecer estaremos a postos para realizar o combate imediato”.


O CBMMT, por meio Batalhão de Emergências Ambiental (BEA) realiza o monitoramento via satélite dos focos de calor em Mato Grosso, está combatendo ações ilícitas com a Operação Abafa 2021, iniciada em fevereiro 2021, e que já aplicou mais de R$ 36 milhões em multas pelo uso não autorizado do fogo.

Segundo a Diretoria Operacional, o CBMMT realizou diversas capacitações de brigadas para atuar nos combates aos incêndios. “Foram treinados mais de mil militares do Exército Brasileiro. Nós treinamos mais de 3 mil pessoas de comunidades tradicionais em todo Estado. Só no Pantanal foram mais de 400 pessoas para nos ajudar no combate e treinamos 80 pilotos agrícolas para estarem atuando junto das equipes de combate.


Além de toda capacitação externa, o Corpo de Bombeiros Militar vem se preparando em seus efetivos. “Nós tivemos várias capacitações internas dos nossos militares, em operações de drones, operações de maquinários agrícolas e outras”, completa a Comandante do BEA."