CBMSE promove melhorias no Sistema de Acompanhamento de Processos de Segurança

Os cidadãos que utilizam os serviços de regularização de edificações por meio do site do Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE), já podem contar com os novos recursos implementados através das atualizações feitas no Sistema de Acompanhamento de Processos de Segurança (SAPS).

As mudanças foram adotadas visando oferecer mais transparência e otimizar a comunicação entre o CBMSE e os usuários do sistema. A nova estrutura do SAPS abrange tópicos como: envio de e-mail ao cliente quanto ao status da análise e vistoria, e quando o projeto for tramitado; correção na renovação do Auto de Conformidade, sendo que agora o cliente vai passar pelo questionário de risco leve para um possível enquadramento na Declaração de Dispensa Risco Leve, e nova tela de consulta de processo com mais transparência para o cliente com opção de associar a empresa responsável nos projetos.


Além disso, também houve alteração no combo de locais na tela de agendamento, com melhorias de informações para o cliente, inserção de nota informativa sobre a COVID-19 no auto de conformidade e criação de uma aba de visualização dos processos oriundos da Declaração de Dispensa Risco Leve, visando facilitar a gestão dessa demanda.


O Diretor de Atividades Técnicas do CBMSE, coronel Fábio Cardoso, explicou os aspectos que motivaram a atualização do sistema, como por exemplo, a questão das edificações que no ano passado se enquadravam no processo simplificado e que neste momento de renovação já se enquadram na situação da dispensa de risco leve. “Com as mudanças no SAPS o cliente tem a possibilidade de ser direcionado, automaticamente, para essa nova classificação de risco. Havia também uma necessidade do nosso processo interno de validação dessa informação, ou seja, a gente tinha que melhorar a questão da gestão quanto a essa nova demanda que chegou para o Corpo de Bombeiros”, destacou o diretor.


Quanto à questão do status da tramitação dos processos, o coronel Fábio explicou que foi implementada a rotina de notificar tanto o responsável técnico, como também o dono do projeto sobre cada movimentação, melhorando a questão do tempo para o cliente vir até o Corpo de Bombeiros fazer a retirada do seu projeto, seja ele aprovado para execução ou com pendência. “Antes dessa mudança, quando o cliente consultava o seu projeto algumas movimentações internas dentro da corporação não eram atualizadas. Ou seja, o projeto estava no protocolo para o cliente retirar, porém, o status ainda aparecia no sistema em um estágio anterior. Então, com essa atualização, cada tramitação que ocorrer nos processos em andamento os responsáveis cadastrados serão notificados automaticamente”, afirma o bombeiro.


O Diretor de Atividades Técnicas destacou ainda que a equipe da DAT mantém um trabalho contínuo de revisão de todo o processo, tentando identificar possíveis gargalos que exijam atualizações futuras, sempre buscando a melhoria do processo com foco na prestação de um serviço de qualidade à sociedade, dando segurança jurídica tanto para os clientes, quanto para o público interno que vai fazer o trabalho de fiscalização e de emprego das normas”, concluiu Fábio Cardoso.


Fonte: Comunicação Social Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE).