Depois de denúncia, PMESP localiza pássaros silvestres em cativeiro

Atualizado: Out 6


Policiais militares do 3º Batalhão de Polícia Militar Ambiental receberam uma denúncia de que indivíduos estariam realizando a prática de caça de animais silvestres nativos com a utilização de cachorros e armas de fogo, no município da Barra do Turvo/SP. A equipe foi até o local indicado na denúncia, e um senhor que residia no local foi informado dos fatos e confessou aos policiais militares, que possuía uma espingarda do tipo cartucheira calibre. 32, mas que não possuía os cartuchos e não realizava a prática de caça. Ainda no local, as equipes encontraram dois pássaros Curió (Sporophila Angolensis) sem anilha de identificação, ambos em gaiolas individuais limpas e sem sinais de maus-tratos. Ainda em vistoria na propriedade a equipe localizou um barraco de madeira utilizado como galinheiro aos fundos da residência acomodados no interior de um cano (PVC) uma sacola plástica contendo, 4 cartuchos de calibre.32, um frasco de pólvora, um frasco contendo espoletas e um pio de madeira utilizado para a chama de animais silvestres nativos. O indivíduo foi conduzido até a delegacia de Polícia Civil da Barra do Turvo/SP e pagou a fiança no valor de R$ 1.100,00. Na esfera administrativa foi lavrado ainda o seguinte auto de de infração ambiental, no valor R$ 2.000,00 ( dois mil reais) com base no Artigo 25 parágrafo 3° inciso III, da Resolução SIMA 005/21, por ter em cativeiro espécie da fauna nativa silvestre sem autorização da autoridade competente, com o valor da multa aplicado em dobro com base no Artigo 70 da Resolução SIMA 005/21, por ter sido cometida no interior de Unidade de Conservação de uso sustentável (APA Planalto do Turvo).



Fonte: COMUNICAÇÃO SOCIAL PMESP


Atualizado em 06/10 às 17h47.

Posts recentes

Ver tudo

PMPI realiza operações ostensivas em Corrente

Nesse fim de semana, o Comando de Policiamento dos Cerrados realizou operações em sua área, nos turnos da manhã, tarde e noite, com o objetivo de garantir a segurança da população. A ação contou com o