Em dia memorável, CBMMG forma mais de 500 novos soldados

Quanto custa a realização de um sonho? Cada um dos 504 soldados que se formaram nesta manhã (31), na Academia de Bombeiros Militar (ABM), saberá responder com propriedade a esta pergunta. Após muitas horas de sono perdidas para estudar, reuniões de família, encontros e viagens adiados, somando-se a tudo isso os desafios do Curso de Formação de Soldados 2020 (CFSd), eles viveram nesta manhã a realização do grande ideal de se tornar um bombeiro militar.


A solenidade contou com a presença do governador do estado, Romeu Zema, do comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG), coronel Edgard Estevo da Silva, do chefe do Estado-Maior, coronel Erlon Dias do Nascimento Botelho, do comandante da ABM, tenente-coronel Anderson Passos, do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Gilson Soares e demais autoridades civis e militares.


A cerimônia, que foi marcada por momentos emocionantes, graduou 504 soldados de segunda classe, dando destaque aos três primeiros colocados, respectivamente: soldado Amanda Alencar da Costa; soldado Daniel Magalhães Dias e soldado Lucas de Faria Borges.


Romeu Zema deixou uma mensagem inspiradora para os novos soldados sobre humildade e tolerância: “vivemos num mundo de iguais, pra isso precisamos ter humildade, tolerância e disciplina, pois tudo na vida exige comprometimento. Quero lembrar ainda que precisamos ter visão de longo prazo, pois vivemos num mundo imediatista e, por isso, precisamos zelar pelo futuro”, pontuou o governador de Minas.


Já o comandante-geral do CBMMG, ressaltou que: “após oito meses de intenso treinamento, dedicação, desafios e superação, nossos novos soldados posicionam-se altaneiros para a coroação de seus esforços. Recebem a divisa de soldados de primeira classe, apresentando-se prontos para servir a sociedade mineira. O CBMMG reconhece o enorme esforço do Governo do Estado para garantir a publicação do edital do concurso e o provimento das vagas, genuíno anseio de todos nós bombeiros e de toda a sociedade mineira, que ao menor perigo, deposita toda sua esperança no socorro diligente do soldado do fogo.”, concluiu o coronel Estevo.


O tradicional momento de coroamento do êxito e colocação das divisas que sempre ocorre com a presença dos familiares, infelizmente, devido às restrições da pandemia, foram modificadas pelo bem e segurança de todos. Sendo assim, os próprios soldados do fogo marcaram este momento singular com a colocação de um símbolo da graduação de seus esforços durante todo o curso.


A formatura cumpriu, com rigor, o protocolo sanitário com a disposição da tropa em ambiente aberto, fazendo valer o uso de máscaras e distanciamento, bem como todas as exigências previstas na realização de eventos desse porte.


Importância para o avanço da corporação


Em mais um ano de pandemia e desafios de ordem orçamentária, o Governo do Estado e o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) celebraram neste sábado (31), um momento crucial para o plano de expansão e reestruturação da segurança púbica em Minas. A formatura de mais dos 504 militares pelo Curso de Formação de Soldados 2020 (CFSd) reflete o compromisso de avançar e superar desafios em busca de mais autonomia e segurança para o estado.


Em meio a necessidade de recomposição e ampliação da tropa do CBMMG, a formação de centenas de novos bombeiros é essencial para os propósitos de expansão da corporação, que incluem a instalação de 14 novas frações ainda neste ano, aumentando assim a presença da corporação em mais municípios mineiros.


Sobre o curso:


Os discentes iniciaram na Academia de Bombeiros Militar, no dia 3 novembro de 2020, e durante a primeira metade da formação foram submetidos a fundamentação e técnica operacional militar. Após a imersão em disciplinas teóricas e práticas, eles iniciaram o estágio operacional, totalizando uma carga de 1.412 horas-aula.


Durante a formação, os discentes cumpriram a grade curricular que contempla disciplinas teóricas e operacionais tais como: Sistema de Comando em Operações (SCO), Salvamento Terrestre, Salvamento em Altura, Mergulho Autônomo, Salvamento Aquático, Atendimento Pré-Hospitalar (APH), Material Operacional, dentre outros.


Todo o curso, incluindo aulas práticas e teóricas, seguiu um protocolo sanitário, que foi submetido à Secretaria Estadual de Saúde (SES) e aplicado com rigor para evitar contágio dos novos integrantes, bem como instrutores e colaboradores. Além disso, todos os discentes foram vacinados, permitindo assim um saldo positivo de zero contaminações.













Fotos: Fotógrafo Luidgi Carvalho/CBMMG


Fonte: Comunicação Social CBMMG


Atualizado em 20/09 às 16h32.