Veículos antigos são mais um atrativo do Museu da PMPE



Jeep da CIPOMA, Fusca da Radiopatrulha e motocicletas do BPTran dão mais dinamismo às visitas ao espaço, já repleto de histórias

O Museu da Polícia Militar de Pernambuco é um espaço no qual os visitantes dão um mergulho na história da instituição, que se mistura com a história de todos os pernambucanos. Com 196 anos de serviços prestados à população, são inúmeros objetos como armas, fardas, documentos e muitas outras curiosidades, que contam detalhes importantes desde a fundação da Corporação, a partir de um Decreto Imperial assinado por Dom Pedro I, em 11 de junho de 1825. Com um ambiente bem cuidado e após passar por uma criteriosa reforma, o museu agora se expande com intervenções fora de suas quatro paredes, com veículos antigos colocados em exposição. Já é possível ver de perto um Jeep Bandeirante, que foi usado pela Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente (CIPOMA) e um Fusca, da Radiopatrulha, na área externa do Quartel do Comando Geral, no Derby. Nos corredores internos estão expostas duas motocicletas, sendo uma Honda 125cc e outras 500cc, que eram utilizadas para o serviço ostensivo e escolta de autoridades pelo BPTran e chamam atenção pelo tamanho e pela força que apresentam.

Para o sargento Leandro Brayner, historiador e gerente do Museu, a aceitação do público em relação aos veículos tem sido ótima. “Eles despertam muita curiosidade, mesmo para quem não acompanhou eles em ação nas ruas”, conta Leandro, admitindo que o “xodó” do público tem sido mesmo o Fusca: “Ele mexe com o imaginário de todo mundo. As pessoas fazem questão de parar para tirar uma foto com o fusquinha”. Para visitar o Museu da Polícia Militar e conhecer histórias quase bicentenárias, o visitante precisa agendar através do telefone 3181-1318. As visitas podem ser feitas nas segundas, quartas e sextas, das 9h às 11 ou das 14h às 17h, respeitando todos os protocolos de enfrentamento da pandemia do coronavírus.