PMBA lança Manual de Motopatrulhamento Tático



A Polícia Militar da Bahia (PMBA) lançou, nesta sexta-feira (14/10), o Manual de Doutrina do Motopatrulhamento Tático da corporação. A publicação tem como objetivo consolidar na PMBA a doutrina do motopatrulhamento tático, uma parte específica da atividade de policiamento em duas rodas e que segue princípios e ações pré-estabelecidas.


Criado por três oficiais da Polícia Militar da Bahia, o Tenente Coronel PM Ricardo Passos e os Capitães Igor Fogaça e Marcos Viana, o manual é um compilado de 80 páginas, dividido em seis capítulos. Além da introdução e das considerações finais, a publicação aborda a composição dos pelotões, os níveis de abordagem policial, os tipos de abordagem do motopatrulhamento tático e as intervenções em ocorrências diversas.


O motopatrulhamento tático na PMBA surgiu com a criação, em 2002, do Grupo de Ações Rápidas e Repressivas Avançadas (Garra), uma subunidade do Esquadrão de Motociclistas Águia, considerado o primeiro grupo tático com uso de motocicletas do Norte-Nordeste do país. Foi inspirado no Grupamento GIRO da Polícia Militar de Goiás.


Em 2012 a PM criou o Curso de Motopatrulhamento Tático e, desde então, tem capacitado o efetivo para atuar nessa modalidade. Em 2018, a Polícia Militar publicou o Manual do Motociclista, também de autoria do Tenente Coronel PM Ricardo Passos, desta vez em parceria com o Cap PM Lucas Dã. Essa é mais uma publicação que reúne técnicas e táticas para o policiamento motociciclistico, consolidando desta forma a doutrina da atividade policial sobre duas rodas.